segunda-feira, 18 de maio de 2009

O peso da Cruz





Texto base: Marcos 8;34


Conta-se que um jovem convertido ao Evangelho recebeu sua cruz para seguir, juntamente com os outros pela estrada da Jerusalém Celeste.
Torturava-o, porém o peso da cruz que lhe fora confiada.
E fatigava-o tanto com a carga, que ele se via forçado a descansar de quando em quando. “Má sorte a minha”, lamentava o moço, “deram-me a mais pesada das cruzes”.

Movido por sentimento egoísta, lembrou-se, numa pousada, de trocar a sua cruz por outra mais leve, dentre as que conduziam seus companheiros de jornada. Aproveitando a escuridão da noite, pé em pé, sem ser pressentido, foi ao sítio em que se achavam depositadas as cruzes e experimentando uma a uma, escolheu aquela que lhe parecia a mais leve e tomou-a para si.
No dia seguinte, reiniciada a viagem, notou que ninguém se dizia prejudicado com a troca feita; só então verificou que a cruz que ele escolhera por ser mais leve de todas, era justamente a sua.

DESTA HISTÓRIA, EXTRAIMOS ALGUMAS LIÇÕES:


1º-) Todos possuem uma cruz para carregar! Mc. 8:34
Jesus disse: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”.Observe que o Senhor Jesus Cristo coloca algumas condições para acompanhá-lo.
*A primeira é negar-se, repudiar-se; renunciar a vontade própria. Isto significa que renunciar a vontade própria vai muito além de deixar alguma coisa que gosta.
Negar-se, significa impedir que o seu “EU” seja o centro da sua vida e dos seus atos.
I Cor. 10:33, Paulo não agradou a si mesmo! Em Gl. 2:19b: “... Assim, já não sou eu quem vive mas Cristo vive em mim”.
*A segunda condição que o Senhor Jesus Cristo coloca é: tome a sua cruz, tomar sua cruz, é as lutas que vamos enfrentar, as perseguições, as dificuldades que certamente surgirão na nossa caminhada, e cumprir as responsabilidades da vida cristã, custe o que custar.
Tomar a cruz é passar por lutas e tribulações. Portanto acompanhar a Cristo implica ter uma cruz para carregar, negar a si mesmo e segui-lo.
Jesus não prometeu flores aos seus seguidores. João 16:33


2º-) A cruz parece ser mais pesada de todas. II Tm. 3:10-12
Mas você tem seguido de perto o meu ensino, a minha conduta, o meu propósito, a minha fé, a minha paciência, o meu amor, a minha perseverança, as perseguições e os sofrimentos que enfrentei, coisas que me aconteceram em Antioquia, Icônio, e Listra. Quanta perseguição suportei! Mas de todas o Senhor me livrou. De fato, todos que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.”Existe um problema muito sério no meio evangélico, no que tange a uma vida 100% abençoada, parece que não pode existir luta ou perseguições. O texto acima, Paulo demonstra que uma vida piedosa levará o verdadeiro cristão a uma certa perseguição.

E no momento de perseguição os menos avisados estranham o peso da cruz.
Mas toda cruz pesa, porém o Senhor não lhe dará uma cruz tão pesada que não possa ser carregada. Se lhe parece pesado demais, pare e pense. Jesus carregou maior peso! E o que estou passando não é nada! Paulo diz em Romanos 8;18, que as lutas e tribulações que passamos aqui, não pode ser comparado com aquilo que Deus preparou para nós. A cruz é, também, o símbolo do discipulado. Jesus insiste em que a humilhação e o sofrimento que culminaram na Sua crucificação deviam caracterizar a experiência dos seus seguidores.

A fé em Cristo, contudo, não apaga automaticamente a presença do sofrimento. Uma vida de esperança em resposta ao sofrimento desencadeia um processo de perseverança e transformação do caráter.

O crente deve alegrar-se no sofrimento e resistir a tentação de ceder a uma vida de resignação. Com isso receberá consolo divino especial (II Co 1: 3-7; IITs. 2:16-17).


3º-) Na escuridão procura melhorar a situação. Gênesis 3:6-12
Como na estória do jovem crente que troca a sua cruz na escuridão, Adão no momento de aperto toma algumas iniciativas para melhorar sua situação. A primeira foi cobrir-se com folhas de figueira, depois se esconde de Deus, e por último transfere sua culpa para mulher que Deus lhe havia dado, porém nada disso melhorou sua situação. Nada que fazemos encoberto permanece coberto para sempre, pois Deus traz tudo à luz.Deus não precisa da ajuda humana para melhorar a situação, pois Ele conhece cada atitude humana. Em Sl. 139:1, O Salmista diz: que o Senhor nos sonda e nos conhece!



4º-) A mais leve de todas, era justamente a sua.
Observe que no final de todas as coisas, Deus mostra que sempre tem o melhor para todos que-O servem. Não importa quão difícil seja a luta travada, pois todas a coisas cooperam para o bem daqueles que-O amam.(Rm.8:28).

A cruz será mais leve se de fato entendermos nossa responsabilidade de identificarmos nossa cruz com a cruz de Cristo, pois Ele sabe muito bem o quanto podemos suportar!



Tome posse desta palavra, e carregue a sua cruz confiando no Senhor, pois a força D´Ele, ti torna capaz...
.
.
.
©2.009- Pr BenedC Oliv- IPRNhandeara-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário